Próximos passos por 30 dias

Dia 11: Amar o próximo

É realmente possível amar o próximo?

Escrito por John Beckett
Marcadores: Amor, Relações

Cresça em amor uns para com os outros.

1 Tessalonicenses 3:12

O segundo maior mandamento de Deus é: "Ame o seu próximo como a si mesmo"(Mateus 22:39). O primeiro é amar a Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento.

Amar aos outros pode ser uma tarefa difícil, especialmente quando "os outros" me tratam mal. Por exemplo: aqueles a quem eu emprestei dinheiro, não me pagaram e nem pretendem pagar. Ou mesmo um cônjuge infiel, um pai abusivo... Amar essas pessoas parece impossível.

Existem dois conceitos para conseguirmos amar os outros.

O primeiro deles é saber que amar os outros é uma obediência a Deus e não uma opção. Não é fácil sentir vontade de amar alguém que tem nos ofendido. Deus nos ensina que perdoar é uma decisão obrigatória. Precisamos perdoar e amar nossos ofensores. O ponto de partida é sempre uma decisão: perdoar e amar.

O segundo conceito é considerarmos que, somente seremos verdadeiramente capazes de amar aos outros, se nos basearmos no amor de Deus. Pense no Amor de Deus como um rio inesgotável de água que flui em nós e através de nós. Ele é a fonte, nós somos os condutores. As pessoas que teremos que amar são destinatárias e, provavelmente, ainda não tenham conhecido esse tipo de amor.

Amar aos outros é um privilégio e uma responsabilidade que vêm diretamente do coração de Deus.

Próximo


Quem você precisa perdoar, para que possa amar como Jesus amou? Você precisa conversar com alguém sobre isso?

Converse com alguém sobre isso.